Asia Bibi
Asia Bibi

Um tribunal paquistanês ordenou a libertação provisória de um clérigo radical que instigou protestos violentos contra a absolvição da cristã Asia Bibi, informou seu partido político nesta terça-feira.

Esta decisão ocorre após Bibi, sentenciada à morte em um caso controverso de blasfêmia em 2010, e absolvida em outubro de 2018 pela Suprema Corte, deixar o Paquistão recentemente.

Ela está atualmente no Canadá com sua família, de acordo com uma fonte dos Estados Unidos.

O religioso e líder do partido islâmico Tehreek-e-Labaik Pakistano (TLP), Khadim Hussain Rizvi, foi o grande instigador no início de novembro de violentas manifestações que paralisaram o Paquistão por três dias, após o anúncio da absolvição de Asia Bibi para quem os muçulmanos radicais exigiam a pena de morte.

O TLP também pediu a morte dos juízes da Suprema Corte que tomaram a decisão, bem como que o exército se rebelasse.

Rizvi e outros líderes da TLP foram detidos e mantidos sob custódia no final de novembro sob acusações de “rebelião e terrorismo”.

Fonte: AFP