Pastor Alexandre Gonçalves
Pastor Alexandre Gonçalves

O pastor convidado para escrever para a página PENSE NISSO, Alexandre Gonçalves, critica a postura de alguns pastores que “passam a usar Jesus e o evangelho como bandeiras bolsonaristas”.

Segundo o pastor, a teologia da prosperidade é “uma das maiores perversões do evangelho”.

“Essa teologia foi a semente que se transformou em uma grande árvore, produzindo toda sorte de frutos podres”, critica o pastor.

“A gravidade da situação é tamanha que o evangelho de Jesus foi totalmente subvertido e, em seu lugar, foi criado um evangelho apócrifo que chamo de Euvangelho, um neologismo que aplico para classificar um ensino em que o individualismo, o egoísmo e a vitória pessoal estão acima do bem- estar coletivo e do respeito aos mais simples predicados de humanidade”, continua.

Para ler o texto completo clique aqui