Cadeia
Cadeia

Um pastor de igreja evangélica, de 61 anos, foi condenado a 20 anos de prisão pelo estupro de duas crianças de 4 anos, em Teresina (PI).

A decisão, do juiz Raimundo Holland Moura de Queiroz, da 6ª Vara Criminal, foi publicada nessa quinta-feira (4).

De acordo com a denúncia do Ministério Público, feita com base no inquérito policial, a violência acontecia dentro da igreja durante os cultos.

Na decisão, o magistrado julgou procedente a ação penal para condenar o réu na prática do crime de estupro de vulnerável e estipulou pena de 20 anos de reclusão, a ser cumprida inicialmente em regime fechado.

O juiz não concedeu ao acusado o direito de recorrer em liberdade. O homem foi preso preventivamente no dia 28 de fevereiro e, após a condenação, passa a cumprir pena pelo crime em uma das unidades penais do estado.

O pastor foi denunciado por familiares das vítimas em outubro de 2018. A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA), investigou as denúncias e constatou que o pastor abusava das crianças dentro da igreja, durante as cerimônias religiosas.

“As famílias iam assistir aos cultos e ele usava esses artifícios para abusar das duas crianças. Ele tinha confiança dessas famílias, afinal era pastor e ninguém imaginava que ele pudesse abusar das crianças”, informou o delegado Matheus Zanatta ao G1 na época da prisão do pastor.

Fonte: G1