Um pastor da África do Sul causou revolta nas redes sociais do país ao prometer curar seus fiéis com inseticida. O autoproclamado profeta Lethebo Rabalago publicou fotos em sua página do Facebook, onde mostra os rituais da igreja Mountzion General Assembly, na província de Limpopo, no último sábado. O homem, conhecido como o Profeta de Doom, aparece borrifando o spray de pesticida da marca Doom nos rostos e partes do corpo feridas de seus seguidores.

[img align=left width=300]https://abrilveja.files.wordpress.com/2016/11/mundo-pastor-inseticida-20161121-001.jpg[/img]Apesar de a empresa responsável pela fabricação do inseticida, Tiger Brands, divulgar um alerta sobre os riscos de aplicar a substância tóxica no corpo, o pastor continua a defender seus métodos não-convencionais de cura. Em entrevista à rede BBC, Rabalago relatou que usou o inseticida no rosto de uma mulher por causa de uma infecção nos olhos e ela “ficou bem, porque acredita no poder de Deus”.

O pastor defende ainda que o pesticida pode curar câncer e HIV imediatamente, além de feridas expostas. “Doom é apenas um nome, mas quando você fala com ele para que se torne um produto de cura, acontece”, afirma uma postagem na página da igreja no Facebook.

Segundo o site local eNCA, o fabricante está tentando contatar o pastor para pedir que cancele a prática. O governo sul-africano também informou que abrirá uma investigação sobre os rituais na igreja de Rabalago e pediu que as pessoas afetadas registrem queixas contra a Mountzion General Assembly.

[b]Fonte: Site da revista Veja[/b]