O pastor Silas Malafaia, que apoiou a candidatura de Marcelo Crivella para a prefeitura do Rio de Janeiro, faz um alerta ao prefeito eleito: “Se lotear a prefeitura com a Igreja Universal, vai apanhar muito. E eu vou ser o primeiro a bater”.

Para Malafaia, Crivella pode nomear para a equipe de seu gabinete quem ele quiser da igreja. Mas, para as secretarias e os demais cargos, “é preciso que haja representantes do restante da sociedade. É a oportunidade que ele [Crivella] tem para se desvencilhar de vez da pecha de ser da Universal”, diz.

Malafaia afirma que não fará indicações a Crivella.

[b]Fonte: Revista Época on-line[/b]