Pedofilia na igreja
Pedofilia na igreja

O presidente da Conferência Episcopal Alemã, dom Georg Bätzing, anunciou nesta quinta-feira (24) que a Igreja Católica na Alemanha decidiu conceder uma indenização de até 50 mil euros a menores que foram vítimas de abusos sexuais cometidos por membros do clero.

A decisão foi tomada durante uma reunião em Fulda, após os bispos autorizarem uma proposta apresentada em março passado sobre o pagamento.

Segundo Bätzing, o novo modelo de indenização para vítimas de pedofilia entrará em vigor na Alemanha a partir de 1º de janeiro e também incluirá vítimas que já receberam compensações financeiras.

“Estes serão pagamentos únicos que serão determinados individualmente para cada pessoa envolvida por um órgão de tomada de decisão independente”, acrescentou.

Já o “órgão independente” mencionado pelo bispo será composto por sete especialistas nas áreas de medicina, direito, psicologia e educação. Seus membros não serão empregados da Igreja e, portanto, não serão dependentes dela.

Apesar da iniciativa, as associações de defesa das vítimas denunciaram uma indenização “simbólica”, que “não ajuda” as vítimas, e anunciaram o lançamento de uma petição para realizar um debate no Parlamento. As entidades propõem um pagamento único de 300 mil euros, ou um sistema com pagamentos que variam dependendo da gravidade dos casos, que poderá ser entre 40 mil e 400 mil euros.

Nos últimos anos, um estudo realizado por investigadores independentes, mas encomendado pela Igreja, revelou que mais de 3,6 mil menores foram vítimas de pedofilia na Alemanha por mais de mil membros do clero desde o ano de 1946.

Fonte: Ansa via Metro Jornal