“Igreja Missionária do Kopimism”, criada por defensores da pirataria, foi reconhecida como organização religiosa no país.

Desde 2010, um grupo sueco de apoio à pirataria tem tentado conseguir o curioso status de religião para a prática de compartilhamento de arquivos via Internet.

Pois depois de várias tentativas, eles conseguiram: a “Igreja Missionária do Kopimism” acaba de ser reconhecida como organização religiosa na Suécia. Mas isso não quer dizer que as autoridades autorizaram a pirataria no país.

Como “símbolo sagrado”, os seguidores veneram a combinação de teclas CTRL + C e CTRL + V (que nos PCs servem para copiar e colar). A tal igreja foi criada pelo estudante de filosofia Isak Gerson e prega que compartilhar informação “é um ato sagrado”.

A “Igreja Missionária do Kopimism” já conta com mais de 3 mil membros.

[b]Fonte: IDG Now[/b]