Os corpos de duas irmãs de 16 e 20 anos de idade, assassinadas com tiros na cabeça, foram encontrados em um local na cidade de Juiz de Fora (MG) no qual adeptos de magia negra costumam realizar rituais, informou a Polícia.

Ao lado dos cadavéres foram achados objetos usados em rituais, como flores, garrafas e velas, informou a Polícia Militar de Minas Gerais.

As vítimas, identificadas como Crislaine Cristina Mariano e Samira Mariano Vieira, tinham marcas de bala na cabeça e aparentemente foram assassinadas nesse lugar no domingo.

Moradores do bairro Jardim Cachoeira, em Juiz de Fora, disseram ter visto as irmãs pela última vez no sábado e que estranharam um intenso movimento de veículos na região na madrugada do domingo.

Segundo familiares das vítimas, as duas jovens não tinham envolvimento com drogas nem com grupos criminosos, mas tinham sido ameaçadas por vizinhos, o que foi denunciado previamente às autoridades.

A Polícia informou que, apesar de investigar a possibilidade de crime por vingança, não descarta que as jovens tenham sido assassinadas em um ritual de magia negra.

As autoridades também não descartam que o local do crime e os objetos achados tenham sido usados para tirar o foco das investigações.

[b]Fonte: EFE[/b]