A capa do novo disco dos metaleiros do Slayer tem enfurecido membros de grupos cristãos. O desenho traz um Jesus Cristo desmembrado, cheio de tatuagens pelo corpo e afundado até os joelhos em um rio de sangue e cabeças decepadas.

O nome do disco, Christ Illusion, já deixa clara a intenção dos músicos em polemizar com a igreja. Segundo o site ContactMusic, a banda já se prepara para reações exaltadas de grupos religiosos.

“Queríamos Cristo (retratado) em um mar de desespero”, afirma o guitarrista Kerry King. “Mas a primeira versão da capa parecia que ele estava apenas curtindo a água”, disse.

Já o líder Tom Araya preferiu a versão definitiva da capa. “Mandaram um novo desenho em que ele (Cristo) estava com os olhos meio fechados e rodeado de cabeças flutuando. Ficou muito melhor”, comenta.

Essa não é a primeira polêmica na qual o grupo se envolve com o novo CD. Uma das faixas, Jihad, causou controvérsia por tratar de fanatismo religioso e do 11 de setembro.

Fonte: Terra