Depois do lançamento do primeiro trabalho de Elaine Martins, o CD “Posso Confiar”, a gravadora Toque no Altar Music prepara mais novidades para o mercado em breve.

Nos próximos dias, a jovem cantora Danielle Moura e membro da Igreja Apascentar de Nova Iguaçu estará lançando seu mais novo trabalho, com produção de Jairinho Manhães e gravado no estúdio Reuel, no Rio de Janeiro.

Diretamente da Bahia, da boa terra, surge mais uma novidade, o primeiro CD do grupo Tambores Remidos que mistura adoração, canções pentecostais, adoração e pop no ritmo contagiante da Timbalada com muita percussão e suingue típicos da música baiana. O grupo, tendo à frente o Pr. Fernando de Itapoan, já está em estúdio na cidade de Salvador dando início ao processo de produção e, em paralelo, participando do CD da cantora Baby do Brasil que terá lançamento simultâneo em diversos países.

De volta ao Rio de Janeiro, mais precisamente na zona oeste da cidade, o Ministério de Louvor da Igreja Apascentar de Jacarepaguá gravou recentemente ao vivo o seu primeiro trabalho, que será distribuído pela gravadora Toque no Altar Music. O estilo musical deste ministério é mesclar adoração com guitarras distorcidas e um som bem progressivo.

De acordo com o diretor executivo, Mauricio Soares, a gravadora estará lançando talvez mais 1 ou 2 outros artistas ainda em 2007. “Não tínhamos programado tantos lançamentos neste ano, pois nosso foco era somente trabalhar o próprio Toque no Altar por mais um ano ou dois. Mas, a estrutura da empresa acabou se adequando tão rápido e de forma tão profissional que optamos em abrir espaço para outros produtos para justamente para otimizar as oportunidades que surgiram. Inicialmente, todos os projetos têm alguma relação com o ministério do Pr. Marcus Gregório.

A Elaine Martins é membro da Assembléia de Deus dos Últimos Dias do Pr. Marcos Pereira, grande amigo do Pr. Marcus Gregório. A Danielle Moura faz parte da igreja em Nova Iguaçu. Os Tambores caminham conosco há bastante tempo e percebemos a força deles na Bahia e em apresentações pelo país e no exterior. E, por fim, o ministério de Jacarepaguá, já é da família Apascentar”, completa o diretor.

Fonte: Gospel +