Um padre católico foi preso pela polícia de Frederick, pequena cidade do Colorado, quando corria pelado no pátio de uma escola.

Antes do nascer do sol, o reverendo Robert Whipkey saiu ao pátio sem roupas para realizar sua corrida matinal.

A polícia recebeu uma denúncia de uma pessoa que viu a cena, mas preferiu permanecer anônima.

Ainda que o fato tenha ocorrido há alguns dias, apenas hoje foi divulgado pela polícia.

Whipkey contou que quando corre pela manhã não usa vestimentas, pois transpira demais, e sempre pensou que ninguém poderia vê-lo.

O padre foi preso, mas não foi acusado de atentado ao pudor.

O Editor do UOL Tablóide é católico e maratonista. Só não entende como descobriram que o peladão era um sacerdote, uma vez que ele estava sem batina ou estola.

Fonte: Ansa