As denúncias de corrupção envolvendo integrantes do Governo Federal e de partidos políticos foi o principal tema abordado na celebração do tradicional culto da manhã desta terça-feira (26.09), no palácio Paiaguás.

O culto foi conduzido pelo pastor Eduardo Baldaci de Lima, da igreja Batista Comunitária de Cuiabá e contou com a presença do secretário-chefe da casa Civil, Antonio Kato e do secretário-chefe da Casa Militar, coronel PM Orestes Oliveira, entre outros servidores.

Segundo o dirigente religioso, a reflexão parte da indignação e vergonha dos brasileiros com os escândalos que têm ilustrado as páginas dos jornais brasileiros ultimamente. “O que precisamos é buscar Deus em tudo o que fazemos e o que percebemos é que essas pessoas envolvidas não estão no caminho certo. “O grande sábio Salomão nos adverte a respeito disso e aconselha a nos afastar do mal, do orgulho, do apego ao dinheiro. Pessoas más existem em todos os lugares e é nessa hora que devemos pedir a Deus para nos avisar sobre essas pessoas e nos afastarmos delas, pois é o povo que sofre as conseqüências da corrupção”, afirmou.

Com base no texto Crônicas capitulo 7 versículo 14, “O remédio de Deus para uma nação doente”, ele condenou a soberba e o orgulho e exaltou a humildade como forma de vida que mais apraz Deus. “Não precisamos ficar 24 horas lendo a Bíblia, mas podemos buscar Deus abrindo nosso coração. Precisamos orar e vigiar para ficarmos longe do pecado”, ressaltou o pastor.

Eduardo Baldaci salientou ainda que a igreja Batista Comunitária é a primeira no Estado de Mato Grosso e tem como base a igreja Saddleback Church, de Los Angeles, na Califórnia (EUA), cujo pastor é o missionário Rick Warren. “Nossa igreja teve início há pouco tempo, mas temos um compromisso social e atuamos no mundo inteiro auxiliando em ações contra o analfabetismo e contra a miséria. Nossa igreja pode ser mais conhecida pelo site http://www.igrejacomunitaria.com.

Sobre os tradicionais cultos às terças-feiras ele observou que a celebração num órgão de governo é algo que surpreendeu os norte-americanos. “Quando eles estiveram aqui e viram uma cruz no gabinete do governador e a celebração dos cultos às terças-feiras eles se admiraram, pois lá não é usual fazer celebrações em instituições governamentais. Tanto que essas celebrações viraram notícia no site da igreja nos EUA http://www.floridabaptistwitness.com/6438.article “, concluiu.

Fonte: 24 horas News