Uma confusão entre integrantes de uma igreja evangélica e uma família no Jardim Panorama, zona leste de Franca, terminou no plantão policial durante a madrugada desta quarta-feira, 28. Uma estudante de 27 anos narrou detalhes “sombrios” de uma oração em sua casa.

Segundo ela, sua mãe é portadora de diabetes e a família frequenta a igreja Congregação Cristã. A mãe estaria internada na Santa Casa e passou por duas cirurgias neste mês. A pregadora da igreja então teria ido até a residência para orar e pedir melhoras para a genitora. Durante a oração, a jovem alegou que a religiosa teve uma visão dizendo que “o senhor está encaminhando outra mulher para seu pai”. A estudante estranhou a afirmação e questionou, dizendo que “não estava entendendo esta palhaçada”.

A pregadora então teria começado a hostilizar a moça dizendo para o demônio sair do seu corpo. No meio da confusão os tios dela teriam entrado na discussão e a agredido com murros e tapas no rosto dizendo “não te tememos Satanás, vai de retro”.

A jovem alega que reagiu as agressões e a briga se tornou maior com a presença de primos dela.

O caso foi parar no plantão policial e uma ocorrência de lesão corporal foi registrada. Na polícia ela declarou que não entendeu se foi agredida porque já era intenção deles ou se era porque eles a julgavam com o demônio no corpo.

A DDM deve investigar o caso.

[b]Fonte: GCN Net[/b]