Os ateus italianos criticaram nesta sexta-feira o papa Bento XVI por atacar o ateísmo em sua nova encíclica “Spe salvi” (Salvos pela esperança) dedicada ao tema da fé e da esperança.

“Quero tranqüilizar o Papa. Nós nos sentimos cheios de esperança”, declarou Raffaele Carcano, secretário da União de Ateus e Agnósticos Racionistas depois de tomar conhecimento do novo texto papal.

“A existência de um bilhão de ateus no mundo demonstra que se pode viver sem Deus, mas com a razão”, declarou o dirigente.

Carcano acha que o pontífice acusa injustamente o ateísmo de ter provocado destruições desoladoras e recordou as inúmeras violações e horrores cometidos pela Igreja ao longo de sua história, das guerras das Cruzadas passando pela Santa Inquisição ao silêncio mantido durante o nazismo.

Fonte: AFP