Devedores dos Estados Unidos estão cada vez mais recorrendo a igrejas como forma de sanar suas dívidas. A Igreja Cristã do Sudoeste criou um programa de 13 semanas chamado Universidade da Paz Financeira.

O policial Doug Sweeney, 47 anos, entrou no programa depois de acumular uma dívida de US$ 13 mil em seu cartão de crédito. “Deus quer que você seja o administrador do dinheiro. Mas a riqueza é toda Dele”, acredita. Desde que entrou no grupo, Sweeney cancelou seus cartões de crédito.

As dívidas dos americanos, sem contar hipotecas, somam US$ 2,4 trilhões. Com isso, as igrejas e rádios cristãs incrementam o aconselhamento espiritual com aconselhamento financeiro. Geralmente, usam programas desenvolvidos por outras organizações cristãs divulgadas nos círculos das igrejas ou pela internet. É oferecida uma mistura de planejamento básico de gastos, corte de custos em despesas domésticas e gerenciamento de débitos. Tudo isso impulsionado pelas escrituras bíblicas e com o dízimo como objetivo.

“Para uma Igreja, não oferecer um serviço para pessoas que estão sufocando com tantas dívidas seria enterrar a cabeça na areia”, diz o pastor Dave Stone, da igreja Sudoeste, que recebe 18 mil fiéis todos os fins de semana.

Economistas reconhecem que o comportamento dos consumidores muitas vezes ignora as motivações racionais. As pessoas superestimam a capacidades de compra delas, gastando mais com cartões de crédito do que fariam em dinheiro.

Fonte: Terra