Franklin Graham - evangelista norte americano
Franklin Graham - evangelista norte americano

O Rev. Franklin Graham, filho do falecido evangelista Billy Graham, enfrentou oposição feroz ao tentar organizar uma cruzada evangélica na cidade de Blackpool, no norte da Inglaterra.

Como resultado da crescente pressão dos grupos ativistas LGBT, as autoridades locais decidiram remover as promoções para o evento, que foram colocadas nas laterais dos ônibus da cidade.

“A Blackpool Transport foi recentemente informada de um anúncio colocado nas laterais de alguns de nossos ônibus de dois andares”, disse um porta-voz da empresa, segundo o Blackpool Gazette.

“À luz do feedback dos clientes e das reações nas mídias sociais, o que resultou em maior tensão, tomamos a decisão de remover todos os anúncios relacionados ao Festival ‘Time for Hope’ com efeito imediato. Devolveremos qualquer receita à empresa de publicidade ”

“Trabalhamos com vários anunciantes e terceiros e de forma alguma endossamos ou apoiamos qualquer anúncio que seja colocado em nossos veículos”, acrescentou a agência.

O Festival de Esperança, de Franklin Graham, no Lancashire, deve acontecer no Winter Gardens Blackpool nos dias 21 a 23 de setembro.

Blackpool é regularmente descrita como uma das piores cidades da Grã-Bretanha e possui a menor expectativa de vida em toda a Inglaterra.

Segundo o The Guardian:

“Mais da metade da população local fuma, a taxa mais alta do país. Uma em cada três mulheres grávidas, mesmo chegando ao hospital para dar à luz, ainda fumam. O alcoolismo é abundante, enquanto as mortes por abuso de drogas rivalizam as das piores propriedades em Londres ou Glasgow.”

É certamente um lugar que precisa da mensagem vivificante do Evangelho. Mas devido à ação sem precedentes das autoridades, isso pode não vir na forma de um evento de divulgação da Franklin Graham.

Jane Cole, diretora administrativa da Blackpool Transport, explicou ainda mais a controversa decisão de remover os anúncios.

“A Blackpool Transport é uma orgulhosa apoiadora das comunidades Pride e LGBT + e de forma alguma pretendemos causar qualquer sofrimento ou chatear”, disse ela. “Todos os ônibus que transportam o anúncio permanecerão fora da estrada até que sejam removidos.”

Graham, que afirma uma visão bíblica tradicional do casamento como sendo entre um homem e uma mulher, respondeu à controvérsia em uma entrevista com a agência britânica de notícias britânicas Premier UK.

“Eu não estou vindo para pregar ódio, estou aqui para pregar sobre um salvador, Jesus Cristo que pode fazer a diferença em nossas vidas se depositarmos nossa fé e confiança Nele”, afirmou Graham. “Nós não estamos aqui para pregar contra ninguém, estamos aqui para falar sobre Deus.”

O reverendo acrescentou que seu pai, Billy Graham, também se deparou com alguma oposição ferrenha ao viajar para pregar no Reino Unido.

“Eles tentaram impedi-lo de vir”, lembrou ele. “Ele estava em Southampton e havia petições para impedi-lo de vir e membros do parlamento falando contra ele.”

Graham observou que até o próprio Jesus “ofendeu muitas pessoas”, antes de destacar que o Evangelho” ainda ofende as pessoas nos dias de hoje”.

Com informações de The Christian Post