Placa que simboliza o ateísmo e a perseguição aos cristãos
Placa que simboliza o ateísmo e a perseguição aos cristãos

De acordo com um funcionário do alto escalão do governo da Grécia, os ataques contra locais religiosos (incluindo vandalismo, assaltos, roubos, incêndios, etc.) aumentaram em 159% no ano de 2017, enquanto o principal alvo parece ser a Igreja Ortodoxa, segundo o jornal grego “Eleftheros Typos“.

Em 2017, o governo grego registrou um total de 556 ataques contra locais de culto religioso, sendo que 536 desses atos aconteceram em templos cristãos.

Também foi verificado um aumento significativo no número de ataques contra comunidades religiosas, com quatro deles registrados em 2016, enquanto no ano passado esse número era oito.

“As evidências mostram que o principal alvo dos ataques em nossa terra natal é a Igreja Ortodoxa. Este fato não pode ser negligenciado. Devemos ao Estado e à Igreja uma busca por formas de cooperação para que essa realidade profana que afeta nossa história e nossa identidade seja eliminada ”, afirmou o Secretário Geral das Religiões, Giorgos Kalantzis, ainda de acordo com o jornal grego “Eleftheros Typos”.

Fonte: Renova Mídia