Kirk Cameron, ator do filme
Kirk Cameron, ator do filme "À Prova de Fogo" (2008)

Uma década após o lançamento do filme “À Prova de Fogo”, que se destacou por ser um dos filmes independentes de maior sucesso de 2008, ainda continua a impactar vidas.

O ator Kirk Cameron, que estrelou o papel principal, disse em uma entrevista ao Pure Talk que ainda recebe muitos testemunhos de cura nos relacionamentos.

“Ninguém quer falhar quando se trata de casamento e família. Se as coisas estão certas em sua casa, certamente as coisas estão bem na sua vida”, disse ele no vídeo. “Eu acho que o filme ‘À Prova de Fogo’ fala desse valor central que Deus colocou em nós”, destacou.

Cameron disse que um homem que ele não conhecia veio até ele na igreja, em um domingo recente, e explicou o quanto ficou impactado com o filme e os efeitos que a produção estava causando nele. Segundo Kirk, um amigo desse homem havia pedido para que ele assistisse ao filme.

“Eu estou cheio de problemas com minha esposa. Eu não sei o que fazer, mas eu sei que Deus está tentando chamar minha atenção”, disse o homem a Kirk Cameron.

Kirk disse que o filme expressa ensinamentos de Deus: “Você é chamado para ser como Cristo para sua esposa, dar sua vida por sua noiva e amar e levar seus filhos a progredirem no Reino. O filme ‘À Prova de Fogo’ aborda essas sensibilidades”, colocou.

O filme estrelou Cameron e Erin Bethea e foi o terceiro filme de Alex e Stephen Kendrick, os cineastas da Geórgia (EUA), responsáveis pelos filmes “Desafiando Gigantes” e “Quarto de Guerra”.

Casamento

Cameron se tornou noivo de Chelsea Noble, que também é atriz, aos 19 anos e se casou no ano seguinte. Ele é casado há 27 anos e tem seis filhos. Kirk fala frequentemente sobre casamento em seminários.

O casal já contracenou junto na trilogia “Deixados para Trás”. Kirk interpretou o jovem jornalista Buck Williams e Chelsea Noble a aeromoça Hattie Durham.

“A oportunidade de falar de minhas experiências sobre este assunto é grande, porque estou atento”, disse ele ao Pure Talk. “Estou tão feliz pelos pais que tive, pelas pessoas que me ajudaram quando eu tive lutas e me seguraram quando me desviei”, declarou.

“Sou grato por um Deus que me amou o suficiente para me pegar e me colocar caminhando em lugares altos”.

Fonte: Christian Headlines via Guia-me