Culto na Primeira Igreja Batista de Cachoeiro de Itapemirim (ES), em 2017
Culto na Primeira Igreja Batista de Cachoeiro de Itapemirim (ES), em 2017

As igrejas de Cachoeiro de Itapemirim, no Sul do Espírito Santo, tiveram autorização para realizar cultos presenciais nos templos do município após a publicação do decreto 29.400, nesta segunda-feira, 13.

As igrejas deverão seguir os mesmos critérios do decreto estadual 4.599-R, que responsabiliza as lideranças religiosas pelas ações evitando concentração e exposição de fieis ao risco.

O decreto da prefeitura também prorrogou a suspensão das atividades econômicas do município até o próximo domingo.

Em Cachoeiro, os templos estavam proibidos de realizar cultos e outras atividades presenciais. Podiam apenas transmitir as celebrações pela internet, desde que a quantidade de pessoas envolvidas no trabalho dentro dos templos não ultrapassasse a 5% da capacidade.

Apesar da autorização, alguns pastores estão optando por não retomar por enquanto os cultos presenciais. O pastor da Primeira Igreja Batista (PIB), Zildo Nascimento, disse que existe preocupação, principalmente por ter muitos idosos e crianças.

“Hoje estamos com muitas ações online, com cultos, escolas bíblicas e lives. Também telefonamos todos os dias para os membros, para encorajar, orientar e orar”, destacou. Os atendimentos para aconselhamento são feitos por telefone e também presencial, mas com cuidados.

O pastor da Igreja Jesus é o Senhor, Francisco Bravo, também informou que irá aguardar um pouco mais.

“É pela segurança dos nossos membros. Por maior o nosso cuidado é quase impossível evitar o contato entre as pessoas. Como evitar que uma criança abrace a outra. Vamos continuar com os cultos presenciais. Temos que orar, mas também vigiar”, justificou.

Fonte: Tribuna Online