Imagem aérea de cidade alagada na Bahia.
Imagem aérea de cidade alagada na Bahia.

As fortes chuvas que castigaram a Bahia nos últimos dias e afetaram cerca de 430 mil pessoas, deixando 58 cidades debaixo d’água, segundo divulgou a Defesa Civil nesse domingo, provocaram resgates dramáticos de pessoas que ficaram ilhadas.

Uma base de apoio às vítimas das chuvas foi montada na cidade de Ilhéus, onde o governador Rui Costa (PT) informou hoje que irá permanecer.

“Vou dormir aqui, e vamos continuar visitando as cidades, apoiando e acompanhando o atendimento dos bombeiros, dos policiais, das equipes médicas. Eu conto com a ajuda de vocês para vencer essa tragédia a qual, na história recente da Bahia, eu não me lembro de outra igual, com essa dimensão. Já tivemos tragédias localizadas, mas com essa dimensão, não me lembro”, disse o governador, em nota.

Conforme dados repassados pelos municípios e totalizados pela Superintendência de Proteção e Defesa Civil da Bahia (Sudec), o estado da Bahia tem 16.001 desabrigados pelas chuvas.

No total, são 19.580 desalojados, dois desaparecidos e 18 mortos. Os dados foram atualizados no fim da tarde de ontem. A estimativa da população total afetada é de 430.869 pessoas. A Bahia tem, ao todo, 72 municípios em situação de emergência reconhecida pelo governo estadual.

Até a tarde de ontem, ainda de acordo com o governo estadual, os municípios mais atingidos na região Sul são: Ibicaraí, Itajuípe, Itapitanga, Coaraci, Camamu, Canavieiras, Igrapiúna, Itacaré, Maraú, Una, Uruçuca, Itambé, Itororó e Itapetinga.

Somente na região dos municípios de Itororó e Itapetinga, 47 pessoas foram resgatadas. Em Itororó, 35 pessoas que estavam em áreas alagadas foram resgatadas, com a utilização de barco. Em Itapetinga, foram realizados outros 12 salvamentos.

Mobilização da Igreja

A agência humanitária Adra (Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais) tem colaborado com a situação bastante complexa da Bahia. No dia 12 dezembro, enviou 43 mil litros de água potável para o município de Jucuruçu, onde a chuva tem causado muitos estragos.

Por conta das estradas e pontes destruídas, há muitas cidades ilhadas e incomunicáveis. Além da agência adventista Adra, a Convenção Batista Baiana (CBBA) também prestou socorro aos moradores de Jucuruçu, uma das cidades mais atingidas.

Há cristãos missionários atuando no estado baiano, como os membros da Assembleia de Deus de Nova Alegria, que também se mobilizaram para ajudar as pessoas afetadas, além de outras denominações representadas.

Uma campanha da Igreja Universal também arrecadou alimentos, água e produtos de higiene, no período de 17 a 26 de dezembro, através do programa Unisocial-EVG “SOS Extremo Sul da Bahia” para ajudar as famílias mais afetadas, de acordo com o Uol.

“As pessoas estão assustadas, algumas sem conseguir dormir, com medo e muito tristes com a perda dos seus bens, que, com muito suor, conseguiram durante uma vida toda”, relatou Antônio Machado, responsável pela ação que prestou apoio aos moradores de Apuarema.

Casas alagadas, após fortes chuvas na Bahia.

Pátria Voluntária

O Pátria Voluntária, programa do governo federal criado para apoiar iniciativas entre o governo, organizações da sociedade civil e o setor privado, lançou uma campanha para arrecadar roupas às vítimas da chuva na Bahia.

A iniciativa é feita em parceria com entidades, incluindo a Cruz Vermelha Brasileira, a Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) e a Polícia Rodoviária Federal. Para esclarecer dúvidas, envie um e-mail para: [email protected]

  • Brasília – Anatel (SAUS, Quadra 6, Blocos E e H, Asa Sul), Casa Civil da Presidência (Palácio do Planalto, 4º andar – sala 418), Ministério da Cidadania (Esplanada dos Ministérios, Bloco A – térreo), Ministério da Defesa (Esplanada dos Ministérios, Bloco Q e Via N2, Bloco O – Anexo 1), Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (Esplanada dos Ministérios, Bloco A), Ministério do Desenvolvimento Regional (Esplanada dos Ministérios, Bloco E) e Polícia Rodoviária Federal (SPO, Quadra 03, Lt.05, Complexo Sede da PRF e SIA Trecho 2/3, Lotes 2005/2015) e Pátria Voluntária (Palácio do Planalto, Anexo I – Ala A, térreo)
  • Rio de Janeiro – Cruz Vermelha (Praça da Cruz Vermelha, 10 – centro) e Polícia Rodoviária Federal (Rodovia Presidente Dutra, BR-116, Km 163 – Vigário Geral)

Voluntárias Sociais da Bahia

O grupo Voluntárias Sociais da Bahia iniciou hoje uma campanha de arrecadação de doações para ajudar as famílias atingidas pelas enchentes.

Quem quiser ajudar, poderá entregar alimentos não perecíveis, água, roupas, materiais de higiene e limpeza na sede da entidade, localizada no Palácio da Aclamação (Av. Sete de Setembro, 1.330 – Campo Grande, em Salvador), das 8h às 20h. Informações pelo telefone (71) 3329-5055.

Instituto Liga do Bem

Com 650 voluntários, o Instituto Liga do Bem, na Bahia, também se mobiliza para ajudar as vítimas das chuvas.

Ponto de Coleta em Salvador para mantimentos e roupas: Rua Manoel Antônio Galvão, 25 – Pituaçu, em Salvador (Bahia). Doações podem ser feitas no Banco do Brasil, agência: 2799-5, Conta : 33713-7 e Pix – CNPJ: 35.759.019/0001-09.

Ações em cidades do interior

  • Itambé – Colégio ACM, Igreja Adventista, Vocacionário e Colégio Polivalente
  • Ibicuí – Banco do Brasil, agência 1068-5 cc 10327-6 (Igreja Batista de Ibicuí)
  • Jiquiriçá – Informações pelo telefone (75) 98893.4509
  • Itabuna – Câmara de Vereadores de Itabuna
  • Itapetinga – Avenida Luiz Viana Filho, 231 – Secretaria de Desenvolvimento Social
  • Coaraci – Sede do Ceplac, até as 18h
  • Itacaré – Informações pelo celular (73) 99141-8701
  • Floresta Azul – Colégios da rede municipal, Igreja Adventista Central e salão paroquial
  • Mutuípe – Associação Atlética Banco do Brasil, Pix: CNPJ – 13251 780 0001/94
  • Buerarema – Escola José Nery Constant
  • Ibicaraí – procurar pela prefeitura

Fonte: Guia-me, UOL, CNN, ADRA e Universal


Comentários