O padre Clifford Hall, disse, durante parada gay, que a Bíblia é um livro de palavras bobas
O padre Clifford Hall, disse, durante parada gay, que a Bíblia é um livro de palavras bobas

Um líder anglicano na ilha caribenha de Barbados foi fortemente condenado por dar seu apoio público e encorajamento à comunidade LGBT e atacar a Bíblia Sagrada.

Em uma parada do orgulho gay na semana passada, o anglicano Clifford Hall disse aos manifestantes que nada pode impedir seu movimento, “… legiões de fariseus não vão parar … o rugido do leão não vai parar. E algumas palavras bobas escritas em um livro milhares de anos atrás não vai parar. ”

Suas palavras foram recebidas com fortes aplausos dos participantes do desfile. Hall também lhes disse que eles foram aceitos no “rebanho de Cristo” e que Deus está disposto a dar-lhes o Reino.

Ele também afirmou que a homossexualidade “sempre fez parte da ordem natural das coisas”.

Em um artigo de opinião publicado no “Barbados Daily Nation”, intitulado “Tempo de viver livre da vergonha”, Hall encorajou o grupo LGBT local a “afirmar-se sem pedir desculpas. Escreva suas cartas … mantenha serviços cristãos públicos … não seja Tem medo, há aqueles que irão apoiá-lo – em nome de Jesus “.

“Eu o denuncio em nome de Jesus”, respondeu o pastor local, o Reverendo Vincent Wood, durante seu sermão dominical na Igreja Batista Emmanuel. “(Hall) não tem autoridade para chamar a palavra infalível e inerente de Deus de ‘bobo'”, disse Wood.

Rev. Wood, ex-vice-presidente da Aliança Batista Mundial e ex-presidente da Comunidade Batista Caribenha, disse ao jornal NATION que os líderes anglicanos deveriam condenar as palavras de Hall.

Fonte: CBN News