Bispo Samuel Ferreira e pastor Abraão Gomes (Reprodução)
Bispo Samuel Ferreira e pastor Abraão Gomes (Reprodução)

A assembleia ordinária da Convenção da Assembleia de Deus Madureira no estado do Ceará, que aconteceu na última semana, foi marcada por muita confusão e contenda.

Segundo informações repassadas à redação do site Fuxico Gospel, o bispo Samuel Ferreira não estava, inicialmente, na convenção e havia mandado um pastor para lhe representar.

Entretanto, no meio da reunião, Samuel apareceu com sua comitiva, pegando todos de surpresa. Ele pediu a palavra e acusou o pastor Abraão Gomes, presidente da Madureira no estado, de estar desviando dinheiro da convenção.

Neste momento, iniciou-se um grande tumulto, e o bispo pediu para todos os presentes desligarem os telefones, para que nada fosse filmado.

A família de Abraão Gomes se levantou em defesa do pastor, mas os microfones foram cortados a mando de Samuel. Houve muito bate-boca e foi preciso a interferência de outros pastores para acalmar os ânimos.

O bispo então expulsou o presidente da convenção de Madureira do Ceará e colocou em seu lugar o pastor Jacques Balbino, presidente da AD Brás Alagoas que, por enquanto, irá presidir as duas convenções.

Ainda segundo informações repassadas para o site Fuxico Gospel, enquanto a confusão acontecia dentro da igreja, o filho do pastor Abraão Gomes foi até a secretaria e levou todo o dinheiro que estava no caixa.

No entanto, o pastor não será jubilado. O que se fala nos bastidores é que o ex-presidente da convenção da AD Brás Ceará vai se desligar da convenção e montar o seu próprio ministério.

O site Fuxico Gospel tentou contato com Abraão Gomes, mas não conseguiu retorno.

Fonte: Fuxico Gospel