Dois ex-membros da Cientologia alegam, em um processo judicial, que a igreja e seus afiliados enganaram os membros da religião e fizeram com que eles doassem milhões de dólares a falsas causas.

Luís e Maria Garcia Irvine entraram com uma ação judicial em Tampa, na Flórida, cidade próxima da sede nacional da igreja, que fica em Clearwater.

O casal reclama que foi induzido a doar mais de US$ 420 mil para uma campanha de construção de casas e de ajuda a vítimas de desastres, entre outras causas da Cientologia, mas descobriram que o dinheiro foi usado para inflar os cofres da igreja e os bolsos de seu líder, David Miscavige.

“A igreja, sob a liderança de David Miscavige, se desviou dos seus princípios e se transformou em uma entidade cujo objetivo principal é tirar dinheiro das pessoas”, diz a ação.

Em um comunicado, a porta-voz da igreja, Pat Harney, disse que ainda não foi informada oficialmente da ação, mas rejeitou as alegações de que o uso do dinheiro não tenha sido apropriado. “Percebemos pela imprensa que as alegações são relacionadas ao levantamento de fundos e podemos afirmar que todo o dinheiro solicitado foi usado para os fins religiosos aos quais foram doados”, disse. As informações são da Associated Press.

[b]Fonte: Diário do Grande ABC[/b]