O arcebispo de Canterbury, Justin Welby, chefe da Igreja anglicana, afirmou nesta terça-feira que o Papa Francisco, chefe da Igreja católica, é ‘o homem do ano’ e uma pessoa extraordinária.

Falando à BBC, Welby disse estar de acordo com a escolha da revista Time de designar o Papa como a “personalidade do ano”.

“Eu o elegeria sem qualquer dúvida como minha pessoa do ano”, declarou o chefe espiritual de 85 milhões de anglicanos no mundo.

[img align=left width=300]http://imgsapp.diariodepernambuco.com.br/app/noticia_127983242361/2013/12/31/482272/20131231140759297695u.jpg[/img]”O Papa é muito ativo, é um homem extraordinário, que se destaca em tudo que faz. Mudou a orientação dos objetivos da Igreja graças a seu próprio exemplo e palavras”, prosseguiu Welby, que se reuniu com o Papa em junho, no Vaticano.

“A Igreja católica é 20 vezes maior que toda a comunidade anglicana. Não quero fazer comparações entre nós e com ele de maneira alguma”, destacou o arcebispo de Canterbury, à frente da Igreja anglicana desde março passado, dois dias depois da instalação de Francisco em Roma.

A Igreja anglicana nasceu de uma cisão da Igreja católica no século XVI, depois que o então Papa rejeitou anular o casamento do rei Henry VIII.

[b]Fonte: Diário de Pernambuco[/b]