56ª Assembleia Geral de Bispos do Brasil da CNBB
56ª Assembleia Geral de Bispos do Brasil da CNBB

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) orientou o voto dos eleitores em candidatos ‘ficha-limpa’, fez alerta contra a ‘fake news’ e condenou a busca de políticos por foro privilegiado, em mensagem elaborada na 56ª Assembleia Geral dos Bispos do Brasil, em Aparecida (SP).

O documento foi apresentado durante entrevista coletiva das liberanças da CNBB nesta quinta-feira (19). A assembleia do epicospado, no Santuário Nacional, começou no último dia 11 e termina nesta sexta (20).

O encontro, que reuniu cerca de 400 bispos de todo país, ocorre todos os anos e definir as diretrizes da Igreja Católica no Brasil. O documento elaborado pelos bispos foi nomeado “Eleições 2018: Compromisso e Esperança”.

O arcebispo de Salvador Dom Murilo Krueger, vice-presidente da CNBB, disse que a igreja não deve ficar à margem da luta pela Justiça, sobretudo em momento complexo e de aguda crise.

“Num momento em que cresce o perigoso descrédito com a política, devido a corrupção e falta de boas políticas públicas. A corrupção é raiz de graves questões sociais”, disse.

A igreja também frisou o risco das ‘fake news´- disseminação de notícias falsas – no processo eleitoral. “Fake News, já presente neste período, deve se proliferar com grave risco ao processo democrático”, disse Krueger.

Sobre a escolha dos eleitores nas urnas, o arcebispo fez um apelo pelo voto em candidatos ´ficha-limpa’ e reprovou as candidaturas em busca de foro privilegiado e outras vantagens.

“O processo eleitoral vai ser uma oportunidade dos candidatos mostrarem o país que querem construir. Esperamos do executivo conduta ética nas relações e, do parlamento, fiscalização”, concluiu.

Fonte: G1