E eu que achei já ter visto de tudo nessa vida…

Dia desses recebi um link de um amigo meu, sobre um website supostamente evangélico, que faz apologia ao uso de pornografia dentro do contexto Cristão. Claro que fiquei chocado com a notíicia e por isso mesmo resolve apurar os fatos.

O tal website realmente existe e é ainda pior do que eu pensei. “Sex In Christ” tem um aspecto pra lá de suspeito, sem nenhuma informação sobre os criadores, se são ligados a alguma organização, igreja, linha teológica, os artigos não são assinados e o layout é bem primário e básico. É desses sites que dá até medo de entrar e ser víitima de algum vírus.

Sob o argumento de que sexo é um assunto pouco explorado e pouco debatido no meio evangélico, “Sex In Christ” se propõe à postar artigos sobre diversos temas ligados ao assunto. A lista de artigos disponíveis é bem sucinta, mas aborda temas esdrúxulos como por exemplo “Viagra de acordo com a vontade de Deus”, “Menage a trois no casamento Cristão”, “Masturbação- A Grande Dádiva de Deus”, além do citado texto sobre “Uma Proposta para Pornografia Cristã”.

Devo começar dizendo que não recomendo a ninguém visitar esse site. É puro lixo, da pior espécie. Eles até tentam usar texto bíblicos para justificar suas ideias distorcidas, mas a teologia deles tem a profundidade de um pires. O site chega mesmo a usar o livro Cantares de Salomão da Bíblia, como modelo para a tal pornografia cristã. Quanta idiotice! Todos sabem que o livro de Cânticos é bem mais profundo do que isso e que reflete, além do conteúdo relacionado ao amor homem-mulher, uma analogia da relação entre Cristo e sua Igreja. Isso sem falar na etimologia da palavra “pornografia”, que vem do grego pornea, que significa prostituição! Como é que pode alguém propor uma pornografia cristã?

O site é tão ruim que eu não descarto a possibilidade de que seja uma brincadeira de mau gosto de algum desocupado querendo gerar polêmica. Não seria a primeira vez; um determinado programa infantil aqui dos EUA, que minha filha gosta muito por sinal, foi acusado recentemente em um post no YouTube, de ser uma ferramenta de propagação da doutrina judaica. Eu até cheguei a assistir ao vídeo para ver se tinha alguma base, mas no fim das contas descobri que tudo não passava de uma brincadeira, ainda que muito bem feita. E milhares e milhares de pessoas caíram direitinho e ficaram revoltados deixando centenas de comentários raivosos. Talvez “Sex In Christ” não passe disto também, apenas uma brincadeira de péssimo gosto, ou pior ainda, talvez seja o que a Bíblia chama de “lobos em pele de cordeiro”, gente que finge ser Cristã, mas que na verdade está à serviço do inimigo.

De toda forma, se você realmente quiser se informar sobre o que a Bíblia fala sobre sexo procure algum dos vários livros publicados por empresas Cristãs sólidas e consagradas e não websites como “Sex In Christ” que não tem nenhum tipo de filtro ou controle de conteúdo. Procure, por exemplo, os livros da série “O Ato Conjugal” de Tim e Beverly LaHaye, patronos aqui da Liberty University, gente séria, profundos conhecedores da Bíblia e estudiosos do assunto há varias décadas.

Um abraço,

Leon Neto