Aqui no Brasil haverá uma manifestação, hoje, dia 1º de dezembro, a partir das 9h30 da manhã até o meio-dia, na frente das representações diplomáticas da República Popular da China contra o tratamento dado aos refugiados norte-coreanos que têm sido mandados de volta para seu país de origem.

A manifestação é organizada, pelo segundo ano consecutivo, pela Coligação Liberdade da Coréia do Norte.

Se você não tem como ir até os locais do protesto, pode ao menos enviar um e-mail ou fax para:

Brasília – Embaixada da República Popular da China
Fax: (0–61) 346-3299
E-mail: chinaemb_br@mfa.gov.cn
Site: www.embchina.org.br

Por favor, para que possamos quantificar o número de protestos, envie uma cópia da sua manifestação escrita para o email: mobilizacaocoreiadonorte@gmail.com

Se quiser, siga o modelo abaixo, mas, lembre-se: não mencione Portas Abertas.

Sua Excelência, o Senhor
Embaixador Chen Duqing,

De acordo com o Protocolo de 1967 relativo ao Estatuto dos Refugiados, da ONU, assinado pelo governo da República Popular da China, o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR) deveria ter acesso aos refugiados norte-coreanos que se encontram na China para protegê-los e ajudá-los a encontrar asilo em outros países como os EUA e a Coréia do Sul.

No entanto, o governo da República Popular da China tem enviado estes refugiados de volta à Coréia do Norte, onde eles enfrentam uma punição terrível, morte ou prisão por um longo período de tempo.

Temos conhecimento de que estas atitudes têm sido intensificadas enquanto a China se prepara para receber milhares de turistas e esportistas de todo o mundo para os Jogos Olímpicos de 2008, do qual será sede.

Esperamos ouvir em breve notícias de que as políticas de direitos humanos e os compromissos firmados em convenções internacionais pela República Popular da China estão sendo integralmente respeitados.

XXXXXXXX
Assinatura

Além do protesto, você também pode dedicar um tempo de oração. Veja alguns pedidos:

– Ore pelos projetos que a Portas Abertas mantém na Coréia do Norte e na China. Os irmãos que estão no campo arriscam suas vidas para fortalecer a igreja local e estão de baixo de intensa opressão. Peça por fortalecimento, proteção e estratégias.

– Ore para que possamos distribuir Bíblias e literatura cristã. O regime norte-coreano é tão fechado que os “cultos” chegam a ser ao ar livre e duram menos de um minuto. É apenas o tempo necessário para que um versículo seja decorado e transmitido a outro irmão em cristo.

– Estima-se que existam pelo menos 50 mil cristãos presos na Coréia do Norte. Interceda por essas vidas que sofrem constantes maus tratos nos campos de trabalhos forçados, não têm comida suficiente e vivem em condições sanitárias degradantes

Endereços dos protestos:

Rio de Janeiro
Consulado Geral da República Popular da China
Fax (0–21) 2551-5736
E-mail: chinaconsul_rj_br@mfa.gov.cn
Rua Muniz Barreto, 715, Botafogo,
Rio de Janeiro – RJ

São Paulo
Consulado Geral da República Popular da China
Fax (0–11) 3062-4396
E-mail: consuladodachina@terra.com.br
Rua Estados Unidos, 1071, Jardim América,
São Paulo – SP

Saiba mais sobre a situação deste país lendo o livro “Fuga da Coréia do Norte”, de Paul Estabrooks, que acaba de ser lançado pela Portas Abertas.

Fonte: Portas Abertas