Elba Ramalho (Foto: Alice Ventury/Divulgação)
Elba Ramalho (Foto: Alice Ventury/Divulgação)

Após a repercussão de um vídeo no qual aparece conversando com o padre Marcos, da Paróquia São Conrado, no Rio de Janeiro, Elba Ramalho usou as redes sociais para se desculpar pelo conteúdo.

O nome da cantora ficou entre os destaques do Twitter na noite desta terça-feira (5), porque ela disse acreditar que a pandemia do coronavírus foi criada pelos comunistas.

“Mas tudo bem! Estamos aqui, cristãos, sobrevivendo. E vamos sobreviver a essa turbulência [por] que a humanidade está atravessando. Para muitas pessoas é apenas uma pandemia; para nós, o senhor sabe e eu sei, é muito mais coisa por trás dessa pandemia e que vem ainda com o intuito de nos destruir. Nós somos o incômodo, o calo dos comunistas. Somos nós, cristãos. Mas nós somos também a resistência e vamos permanecer fiéis, porque Deus vai nos proteger”, disse a artista no vídeo abaixo.

Após várias críticas com a repercussão do vídeo, a cantora fez uma publicação no Twitter onde afirmou que as pessoas não entenderam suas palavras e pediu desculpas.

“Realmente não entenderam minhas palavras. Talvez [eu] não tenha me expressado bem! Existia um contexto de cunho espiritual que não foi compreendido. Não afirmei que o vírus está no mundo para matar somente cristãos! Entenderam mal; me desculpem”, declarou ela no Twitter, após ter sido alvo de críticas.

Fonte: Pleno News