Bandeira do México
Bandeira do México

De acordo com o Censo de População e Habitação de 2020 do México, o número de pessoas filiadas à religião católica romana caiu 5% desde 2010, enquanto o cristianismo evangélico cresceu 3,7% no mesmo período.

O relatório foi divulgado pelo Instituto Nacional de Estatística e Geografia (INEGI), que realiza esta pesquisa uma vez a cada década (a primeira foi em 2000).

A pergunta específica feita sobre a fé foi: “Qual é o nome da sua religião?”.

Os cristãos evangélicos passaram de 7,5% da população em 2010 para 11,2% em 2020 . O México agora tem mais de 14 milhões de cristãos evangélicos (o número exato é 14.095.307).

A religião católica registrou 97 milhões de pessoas segundo esse censo, uma queda de 5% em relação a dez anos atrás. A população católica caiu de 82,7% em 2010 para 77,7% em 2020 .

As cinco regiões com mais católicos são Estado do México, Jalisco, Cidade do México, Veracruz e Guanajuato.

Um total de 248 mil pessoas disseram se identificar com outros grupos religiosos, como o judaísmo (58.876), o islamismo (7.982), as espiritualidades africanas (40.799) ou o espiritismo (36.764), entre outros.

De acordo com o último censo do país latino-americano, mais de 10,2 milhões de pessoas dizem não ter religião, enquanto 3,1 milhões se dizem agnósticos.

O Instituto Nacional de Estatística do México disse que o relatório afirma que a categoria “religião” está incluída no censo para “ajudar a reconhecer a diversidade de crenças que permeia o país e para ajudar a apoiar o planejamento de políticas que levam à tolerância, respeito e não discriminação no nosso país”.

Folha Gospel com informações de Evangelical Focus