O ex-pastor e CEO da Attack Poverty, Richard Logan, 53, (E) se matou a tiros na terça-feira, 11 de fevereiro de 2020. Sua esposa Diana, 48 anos, e o filho Aaron também foram encontrados mortos dentro da casa da família, em Sugar Land, Texas. A filha do casal, Ambrielle (2° D), estava na faculdade durante a tragédia.
O ex-pastor e CEO da Attack Poverty, Richard Logan, 53, (E) se matou a tiros na terça-feira, 11 de fevereiro de 2020. Sua esposa Diana, 48 anos, e o filho Aaron também foram encontrados mortos dentro da casa da família, em Sugar Land, Texas. A filha do casal, Ambrielle (2° D), estava na faculdade durante a tragédia.

A polícia de Sugar Land, Texas, está investigando a morte de Richard Logan, ex-pastor e CEO da Attack Poverty, organização cristã sem fins lucrativos, que foi encontrado com um tiro na terça-feira, além da sua esposa e filho que também foram encontrados mortos a tiros na casa onde moravam.

Policiais foram à casa de Diana Lynn Logan, em Sugar Land, na terça-feira para informá-la da morte do seu esposo Logan, 53 anos. O corpo de seu marido foi encontrado na manhã da terça-feira na propriedade de uma empresa chamada TAS Environmental, aproximadamente 150 milhas de distância em San Marcos, localizado no condado de Guadalupe.

Durante uma coletiva de imprensa, o chefe da polícia de Sugar Land, Eric Robins, disse que ninguém atendeu a porta quando os policiais chegaram à casa. Um amigo da família chamou um vizinho com uma chave para que os policiais pudessem entrar. Foi quando encontraram os corpos de Diana, 48, e Aaron Logan, 11. A filha do casal, Ambrielle, que é o único membro da família sobrevivente, estava na faculdade no momento da tragédia.

“A polícia está investigando a possibilidade de que o suicídio no Condado de Guadalupe possa estar relacionado ao duplo homicídio em Sugar Land”, observou Adolph.

Ele disse que os corpos de Diana e Aaron mostraram sinais de trauma e ferimentos a bala. Eles também pareciam estar mortos por pelo menos várias horas.

Os funcionários da Igreja de River Pointe, onde a família era membro e onde Logan serviu como pastor de jovens por vários anos e Diana Logan também serviu como líder de um pequeno grupo, ficaram chocados.

“Conhecíamos os Logans muito, muito bem”, disse Patrick Kelley, amigo dos Logans por 15 anos. “E algo assim, a morte deles, por mais trágica que seja, é algo que você não pode jamais imaginar” .

A organização sem fins lucrativos de Logan, Attack Poverty, disse que iniciou o trabalho em 2011 após ser movida pelo desejo de transformar a vida das pessoas necessitadas por meio de parcerias comunitárias. Desde então, evoluiu para uma organização global “que serve localmente, adotando bolsões de pobreza e lançando o que chamamos de ‘Comunidades de Amigos'”.

Os funcionários da Attack Poverty também expressaram choque pelo suicídio de Logan.

“A família Attack Poverty está chocada ao saber da tragédia que envolve nosso CEO, Richard Logan e sua família. Estamos cooperando com os investigadores e aguardando mais informações enquanto tentamos processar essa perda com nossa equipe, voluntários e comunidade. Por favor, mantenha a equipe do Ataque à Pobreza e todos envolvidos em suas orações ”, afirmou um comunicado em seu site.

Uma campanha do GoFundMe está agora buscando arrecadar US $ 50.000 para ajudar Ambrielle em seu último semestre na Texas State University.

Folha Gospel com informações de The Christian Post e Faithwire