A cantora Fabiana Anastácio morreu nesta quinta-feira, 4 de junho, vítima da Covid-19

Felipe Pinheiro
Do UOL, em São Paulo

Fabiana Anastácio, que morreu hoje após lutar contra a covid-19, era conhecida na igreja onde cresceu pela voz poderosa e o propósito de abençoar vidas com seu canto. Desde pequena, Fabiana era frequentadora da Igreja Assembleia de Deus de Santo André, na Grande São Paulo.

Foi na igreja que frequentava desde pequena que a cantora realizou uma live recentemente, antes de apresentar os sintomas do novo coronavírus e que a levaram a ser internada. Chegou a ser realizada uma vaquinha on-line para ajudar no tratamento.

Durante a internação, a família autorizou o lançamento do clipe da canção “Deixa Comigo” (Assista no final da matéria).

Filha de pastor, ela participava frequentemente dos cultos e ganhou ainda mais projeção quando, em 2012, gravou o seu primeiro DVD. À medida que se tornava mais conhecida no meio evangélico cresciam os convites para cantar em outras igrejas.

A dedicação à igreja, o dom e o propósito de alcançar pessoas com a mensagem do evangelho em suas canções ajudam a definir a cantora de acordo com quem conviveu com ela.

Fabiana também pode ser definida como uma pessoa simples, sem “a vaidade de artista” e que não cantava por dinheiro, mas para expressar o seu talento.

A família está organizando os preparativos para o velório, que ainda não teve as informações divulgadas.

Fonte: UOL