Família de novos convertidos teve casa destruída por se recusar a negar a fé, no Vietnã

Como seria saber que, depois de aceitar a Cristo, você perderia sua família, sua casa, sua comunidade e seu meio de subsistência? Para uma família de novos convertidos no norte do Vietnã, essa é a realidade atual deles.

Depois que um amigo compartilhou Jesus com eles e como Cristo operou em sua vida, Thuan* e sua esposa Hien* escolheram também seguir a Jesus, mas com grande risco.

O casal mora em uma área do norte do Vietnã, onde acreditar em Jesus, e não nas crenças tradicionais — incluindo o culto aos deuses de seus antepassados — é considerado uma traição não apenas à família, mas também a toda sua identidade étnica.

Alguns dias depois de Thuan e Hien se tornarem cristãos, as autoridades locais chegaram à sua casa e disseram ao casal que deviam voltar a cultuar os deuses de seus antepassados, ou seriam expulsos da vila.

As autoridades também pressionaram os parentes de Thuan e Hien a ameaçaram o casal, para força-los a deixarem sua nova fé. Mas Thuan e Hien recusaram.

Como resultado, a família agora vive isolada, rejeitada por sua própria comunidade, depois que o chefe da vila os denunciou publicamente por causa da conversão do casal.

Até as crianças da vila estão proibidas de interagir com os filhos de Thuan e Hien. A família perdeu tudo porque escolheu seguir a Jesus.

No dia 30 de setembro, um grupo de parentes, moradores e autoridades locais destruiu a casa da família, árvores frutíferas e matou ou roubou seus animais.

Todos os dias, a família de Thuan enfrenta pressão ou perseguição de seus parentes ou moradores. Eles ainda vivem em sua aldeia, mas sua igreja está nos pedindo para ficar com eles em oração.

Folha Gospel com informações de Portas Abertas EUA