Cristãos na Índia
Cristãos na Índia

Um popular jornal da Índia afirmou na semana passada que mais de 25 famílias, que haviam se convertido ao cristianismo, voltaram ao hinduísmo, sua antiga fé.

Segundo a publicação, as famílias que anteriormente haviam sido “atraídas” ao cristianismo por meio de dinheiro e outros benefícios, como acesso gratuito a unidades de saúde, foram convertidas ao hinduísmo pelas pessoas de suas aldeias.

Colaboradores da Portas Abertas, em contato com pastores locais, informaram que, na verdade, apenas quatro famílias cristãs se reconverteram ao hinduísmo, e não quase 30, como o jornal noticiou. Essas famílias foram pressionadas pela sociedade e familiares a deixar publicamente a fé cristã e realizar a cerimônia de Ghar Wapsi.

Uma das vítimas do processo de reconversão relatou: “Em nossos corações ainda pertencemos a Jesus. Temos sido pressionados por nossos familiares e membros de grupos extremistas hindus a realizar esse ritual de Ghar Wapsi para deixar o cristianismo. Nós fomos ameaçados de sermos expulsos da aldeia e de sermos brutalmente torturados”.

Embora possa parecer pequeno o número de famílias reconvertidas ao hinduísmo, a prática do Ghar Wapsi parece estar ganhando força e conta com o apoio da mídia local. Esta atual forma de perseguição aos cristãos na Índia é realizada por extremistas, os quais invadem reuniões cristãs, prendem pastores e forçam cristãos ex-hinduístas a voltar à sua fé original.

Muitos pastores são falsamente acusados e presos por atrair pessoas ao cristianismo. A maioria deles foram socorridos quando presos, mas as atividades das igrejas foram encerradas e algumas igrejas domésticas fechadas por causa da ameaça prevalecente. Interceda pelos cristãos que agora não têm igrejas para congregar e pelos muitos que estão abandonando a fé em Jesus Cristo por causa da pressão e violência.

Fonte: Missão Portas Abertas