Uma fiel da Igreja Congregação Cristã no Brasil em Teresina, no Piauí, fez recentemente uma denúncia contra um líder colaborador da igreja que a agrediu e a forçou a ter relacionamento sexual com ele.

A denunciante, que tem filhos e marido, prestou queixa na Delegacia da Mulher nesta terça-feria, afirmando que está grávida do líder religioso.

Segundo ela, o líder parecia estar possuído por demônios e a levou para o banheiro da igreja do bairro Lourival Parente, zona sul de Teresina, para estuprá-la.

[img align=left width=300]http://images.christianpost.com/portugues/middle/54346/congregacao-crista-do-brasil.jpg[/img]De acordo com a delegada, Vilma Alves, a moça teria sido convidada por outras duas mulheres da igreja para ajudar a lidar com o colaborador possuído pelo demônio.

“Lá o líder endiabrado disse que queria ter um filho e bateu na vítima, até que ela acabou cedendo”, disse a delegada.

A denunciante disse que o rapaz a agrediu quando ela se negou a ter relações com ele, apertando seu braço e pescoço e lhe dando um soco.

Ela disse também que depois do incidente, seu marido e seu filho foram constantemente ameaçados pelo líder, enviando até homens armados para a sua casa.

“Minha família está assustada. Meu marido está falando em matar ele se eu não denunciasse”.

Este é o primeiro caso desta natureza em Teresina, segundo a delegada. Ela informou também que o líder já foi intimado a prestar depoimento.

Segundo a vítima, tais acontecimentos têm sido frequentes dentro da igreja e a polícia deve abrir uma investigação.

[b]Fonte: The Christian Post[/b]