A Igreja Anglicana da Inglaterra votou nesta segunda-feira a favor da reativação do processo para permitir a ordenação de bispas.

A votação ocorreu depois de a rejeição desta reforma, em novembro, ter provocado uma tempestade na instituição.

Os membros do sínodo geral, órgão de direção da Igreja, aprovaram nesta segunda-feira um projeto de resolução que estabelece novas medidas para abrir caminho para a ordenação de bispas em 2015.

Estas novas medidas serão estudadas em novembro.

“Há uma forte vontade de chegar a isto”, declarou o arcebispo de Canterbury, Justin Welby, à frente de uma comunidade de 85 milhões de fiéis no mundo.

“Não estamos na etapa de dizer ‘deveríamos ordenar mulheres bispo’, estamos na fase de dizer ‘vamos ordenar mulheres bispo, como fazemos?'”, acrescentou.

“Isto levará um pouco de tempo, teremos que continuar trabalhando nisto. Houve uma mudança de mentalidade nos seis últimos meses. Estou extremamente otimista”, concluiu.

No entanto, o arcebispo admitiu que será preciso fazer esforços para conseguir a maioria de dois terços necessária em cada um dos três componentes do sínodo –bispos, clero e laicos– para a aprovação final.

Depois de ter sido aprovada pelos bispos e pelo clero, no mês de novembro a reforma se deparou com a oposição do colégio de laicos.

A minoria de 122 votos foi suficiente para bloquear um projeto aprovado por 324 votos.

O resultado dessa votação marcou uma paralisação no processo iniciado em 1992, quando a Igreja Anglicana aprovou o sacerdócio das mulheres, que atualmente representam um terço do clero.
[b]
Fonte: AFP[/b]