Jovens muçulmanos nascidos e criados na Austrália estão ajudando a mudar a face do islamismo no país.

Haisam Farache é imã na maior mesquita de Sydney e usa o surfe para tentar se comunicar com os mais novos de sua comunidade.

Até agora, a maioria dos líderes espirituais muçulmanos atuando no país era estrangeira, não falava inglês e não entendia o estilo de vida australiano.

Mas analistas islâmicos acreditam que uma nova geração, da qual Farache faz parte, pode ser a melhor maneira de integrar os jovens islâmicos à religião e evitar que eles fiquem vulneráveis a ideais extremistas.

Fonte: BBC Brasil