Jari Bolsonaro, presidente do Brasil eleito em 2018
Jari Bolsonaro, presidente do Brasil eleito em 2018

O presidente eleito, Jair Bolsonaro, pediu na manhã desta segunda-feira (17) “disciplina” e “hierarquia” ao participar da inauguração do 3° Colégio da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. 

No seu rápido discurso, Bolsonaro criticou a ideologia de gênero e disse que a iniciativa da prefeitura local em parceria com a polícia militar “era um modelo de educação”.

“Os colégios militarizados estão na frente em grande parte dos demais. Não tem nada a ver com a qualidade dos professores, que é muito parecida. É que perdeu-se ao longo do tempo a possibilidade do exercício da autoridade por parte dos mestres. Muitos conseguem manter isso ainda, mas como regra isso foi deixado para atrás” , afirmou o presidente eleito.

“Com o tempo começou se a instituir outras coisas à sociedade, como, por exemplo, a mal fadada ideologia de gênero, dizendo que ninguém nasce homem ou mulher, que isso é uma construção da sociedade. Isso é uma negação a quem é cristão e acredita no ser humano. Ou se nasce homem, ou se nasce mulher”, acrescentou.

A escola da PM recebeu o nome de Percy Geraldo Bolsonaro, pai do presidente eleito. O colégio iniciará suas atividades no dia 5 de fevereiro de 2019, com duas turmas de 30 alunos cada do 6º ano do ensino fundamental.

“Ninguém consegue ordem e progresso se não tiver disciplina e hierarquia”, acrescentou. No final, Bolsonaro fez uma “sugestão” aos administradores da escola. Ele pediu para ser escrita no muro uma citação bíblica (João 8:32): “E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará”. “O Brasil precisa de verdade. O Brasil precisa de pessoas que se preocupam com o futuro da juventude”, disse o presidente eleito. 

Fonte: Folha de S. Paulo