Uma jovem de 14 anos foi apedrejada enquanto almoçava no pátio de seu centro educativo em Lyon (centroeste da França) por quatro adolescentes que a acusaram de comer durante o mês de jejum muçulmano do Ramadã, informaram fontes policiais nesta terça-feira (10).

[RW align=right]submarino[/RW]

O Ramadã é o mês sagrado dos muçulmanos, época em que comer, beber e manter relações sexuais são atividades proibidas entre a alvorada e anoitecer.

Os quatro jovens muçulmanos entre 15 e 16 anos foram acusados de violência pelo tribunal de menores de Lyon após a agressão, ocorrida na semana passada.

“Ela está comendo!”, gritaram os jovens, agredindo-a em seguida. A menina ficou levemente ferida na cabeça. Ela recebeu várias pedradas e se refugiou na enfermaria do colégio.

Nenhum dos jovens pronunciou a palavra Ramadã, segundo fontes judiciais, que acrescentaram que nem todos os agressores respeitaram o jejum exigido pelos muçulmanos neste mês. O Ramadã começou em 24 de setembro.

Os pais da jovem agredida apresentaram uma denúncia à polícia pelo ocorrido.

Entre quatro e cinco milhões de muçulmanos vivem na França, que conta com a maior comunidade islâmica da Europa. Segundo uma pesquisa recente, 88% deles respeitam o jejum do Ramadã.

Fonte: Último Segundo