Joyce Meyer
Joyce Meyer

A popular tele-evangelista Joyce Meyer admitiu que suas crenças em prosperidade e fé estavam, às vezes, “fora de equilíbrio”. Quando coisas ruins acontecem às pessoas, como a morte de uma criança, Meyer disse que agora entende que não é porque elas não têm fé suficiente. 

“Fico feliz pelo que aprendi sobre prosperidade, mas ficou desequilibrado. Fico feliz pelo que aprendi sobre fé, mas ficou desequilibrado”, disse ela. “Toda vez que alguém teve um problema em sua vida, [pensei] é porque eles não tiveram fé suficiente. Se você ficou doente, é porque você não tem fé suficiente. Se seu filho morreu, é porque você não tem fé suficiente”, acrescentou em um post no Instagram

“A fé é algo que Deus lhe dá, que você precisa usar e liberar em sua vida. É uma força poderosa, mas não é apenas automática, você deposita sua confiança em Deus, coloca sua fé nEle ”, disse Meyer. 

Ao longo de seu ministério de 33 anos, Meyer tem sido frequentemente acusada de estar alinhada com os movimentos do “evangelho da prosperidade” e da “palavra de fé”. Ela nega.

“Bem, isso não está certo! Não há lugar algum na Bíblia onde prometemos que nunca teremos problemas. Eu não me importo com quanta fé você tem, você nunca vai evitar ter problemas em sua vida. Jesus disse: ‘no mundo, você terá tribulações, mas se anime, Eu venci o mundo’ ”, acrescentou ela.

Mais de uma década atrás, o Senado dos EUA realizou uma investigação sobre o ministério de Meyer e de outros cinco pastores. Chuck Grassley, senador de Iowa, levantou questões sobre o uso pessoal de aviões de propriedade da Igreja, casas de luxo e cartões de crédito por pastores e suas famílias.

Em 2003, o St. Louis-Post Dispatch também informou que o ministério de Meyer possuía um jato corporativo de US $ 10 milhões, uma casa de US $ 2 milhões e um Mercedes sedan de US $ 107 mil, que o marido dirigia – tudo o que ela atribuiu como “bênçãos de Deus”.

Fonte: The Christian Post