Ex-Presidente do Brasil Luiz Inácio Lula da Silva
Ex-Presidente do Brasil Luiz Inácio Lula da Silva

A defesa de Lula solicitou o adiamento de seu depoimento na operação Zelotes, marcado para terça-feira (11), em Brasília. O motivo é que a audiência do ex-presidente com o Papa Francisco foi marcada para a próxima semana.

Na petição encaminhada ao juiz Vallisney de Souza Oliveira, da 10ª Vara Federal de Brasília, a defesa do ex-presidente informou à Justiça que Lula realizará uma viagem internacional para o Vaticano, “onde será recebido em audiência por Sua Santidade, o Papa Francisco, no dia 13 de fevereiro”. Segundo o documento, a viagem será entre os dias 12 e 15 deste mês.

Advogados acreditam que o ex-presidente não deve ter problemas para deixar o país, desde que avise a Justiça sobre o deslocamento. 

A assessoria da 10ª Vara Federal de Brasília afirmou que está verificando uma nova data para Lula ser ouvido no âmbito da operação Zelotes ainda neste mês.

O encontro entre o líder petista e o Papa foi intermediado pelo presidente da Argentina, Alberto Fernández. Um dos temas da conversa será o chamado “lawfare”, que se refere ao uso estratégico do direiro para fins ilegítimos, como perseguição política. Cristiano Zanin e Valeska Teixeira, que defendem Lula, usam esse termo para explicar a tese de que o petista é perseguido pela Justiça.

Fonte: O Globo