A polícia no sul da Grécia está procurando os assassinos de duas freiras idosas encontradas em seu convento em uma colina. Aparentemente elas foram mortas em um assalto e os autores do crime teriam levado um crucifixo contendo madeira supostamente da cruz de Jesus Cristo. As duas freiras mortas tinham 83 e 61 anos.

Elas eram as únicas ocupantes do mosteiro, perto de Astros, cerca de 130 quilômetros a sudoeste de Atenas.

Um sobrinho da freira mais jovem disse que a madre superiora havia tido uma premonição de que ladrões viriam ao santuário, matariam as religiosas e levariam tudo. Segundo a polícia, as duas mulheres foram sufocadas com travesseiros.

A região do Peloponeso abriga vários mosteiros e conventos históricos, e a maioria possui ícones valiosos e artefatos de ouro. Não há policiamento ou esquema especial para garantir a segurança dos locais.

Os assassinatos se seguem ao roubo de um precioso ícone da Virgem Maria tido como possuidor de poderes miraculosos, roubado no ano passado. O artigo estava em um convento e o caso obteve grande destaque na mídia.

Os crimes estão sendo retratados como o fim de uma ‘era de inocência’, e teólogos estão pedindo à Igreja para buscar fundos da União Européia com o objetivo de reforçar a segurança nos mosteiros.

Fonte: Bonde News