Um acordo firmado ontem entre os integrantes da Comissão de Educação da Câmara afasta a possibilidade de criar um feriado em 11 de maio, o “Dia de Frei Galvão”. Nesta data, o frade será canonizado pelo papa Bento 16.

Pelo acordo, o dia 11 de maio será apenas uma data de homenagem “histórico-cultural”, disse o deputado Átila Lira (PSB-PI), relator do projeto, relator de projeto que inicialmente previa o feriado em 11 de maio.

A Prefeitura de São Paulo também informou ontem que não decretará feriado municipal em 11 de maio.

A Câmara Municipal chegou a aprovar indicação ao prefeito Gilberto Kassab (DEM, ex-PFL) para que decretasse o feriado, mas a prefeitura alegou que todos os cinco feriados que o município pode criar já estão “lotados”: “O município não tem competência para acrescentar um novo feriado ao calendário municipal”, diz a nota.

Fonte: Folha de São Paulo