Novo arcebispo da Cantuária é um ex-gestor na área petrolífera e apela a uma igreja que combata a pobreza.

Justin Welby é o novo líder espiritual da Igreja Anglicana e foi, esta quinta-feira, formalmente empossado na cerimônia de entronização com a presença de dois mil convidados, entre eles o príncipe Carlos e o primeiro-ministro britânico David Cameron. No mundo existem cerca de 80 milhões de anglicanos.

O arcebispo da Cantuária é um ex-gestor na área petrolífera, casado e tem cinco filhos. Aos 57 anos, Justin Welby foi eleito, o ano passado, para suceder a Rowan Williams, de quem herdou uma igreja dividida em questões como o sacerdócio de homossexuais ou a chegada das mulheres aos mais altos cargos eclesiais (de recordar que as mulheres podem ser sacerdotes, mas não arcebispos, por exemplo).

Na cerimônia desta quinta-feira, na catedral da Cantuária, o novo arcebispo assumiu três papéis: bispo da Cantuária, chefe da igreja de Inglaterra e líder espiritual de todos os anglicanos espalhados pelo mundo.

Vestindo paramentos dourados de seda com um padrão colorido, Welby saudou os cerca de dois mil convidados, incluindo “irmãos e irmãs” de outras religiões. A cerimônia contou com dançarinos e percussionistas africanos, refletindo laços de Welby com este continente onde exerceu a sua profissão na indústria de petróleo mas também onde esteve em missões de paz na Nigéria. Houve também hinos e música indiana.

Tal como o Papa Francisco, também o arcebispo centrou o seu discurso na importância de a igreja se concentrar no combate à pobreza e na proteção da natureza.

Por sua vez, o Papa Francisco enviou, esta quinta-feira, uma mensagem de felicitações a Justin Welby. “O ministério pastoral é um apelo a caminhar em fidelidade ao evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo. Esteja seguro, por favor, das minhas orações no momento em que assume as suas novas responsabilidades e peço que reze por mim, que respondo ao novo chamamento do que o Senhor me endereçou”, refere o texto.

O Papa manifesta vontade de se reunir com o arcebispo da Cantuária e continuar as “relações fraternas” mantidas com os antecessores de ambos.

[b]Fonte: Publico – Portugal[/b]