A ex-médium Jessica encontrou paz em Jesus. (Foto: Reprodução/CBN News).
A ex-médium Jessica encontrou paz em Jesus. (Foto: Reprodução/CBN News).

Quando criança, Jessica foi ensinada por sua mãe cristã a crer em Jesus. Seu pai era alcoólatra e a menina se apegava em Deus como fonte de conforto e paternidade.

“Eu adorei a ideia de que Deus era meu pai no céu. E Ele preencheu qualquer uma das inadequações de meu pai verdadeiro”, disse Jessica à CBN News.

Na adolescência, em busca de pertencimento, a jovem passou a fazer escolhas erradas, como usar drogas. “Eu queria ser aceita. Eu queria me sentir bem. Eu queria ser popular. Eu queria que os meninos gostassem de mim”, revelou.

Ao entrar na faculdade, Jessica deixou o cristianismo completamente e abandonou todas as questões espirituais de sua vida. “Acabei de ver pessoas vivendo essas vidas que me pareciam boazinhas. E isso apenas me empurrou na outra direção. Eu só pensei, ‘se isso é o que um cristão é, eu não quero’”, contou ela.

Porém, quando uma amiga sofreu um acidente de moto e faleceu, Jéssica não pode evitar refletir sobre a realidade espiritual. “Eu tinha que saber: onde ela está? O céu e o inferno existem? No que eu acredito? Eu não sabia se ela conhecia Jesus. E eu não conseguia suportar a ideia de ela estar em um lugar chamado inferno”, afirmou.

Em busca da verdade espiritual

Em busca por respostas, Jéssica consultou o que a Bíblia falava sobre o Céu e o inferno, mas não gostou do que descobriu. Então, ela decidiu tirar suas dúvidas com uma familiar que era médium.

A vidente disse à jovem que ela poderia se comunicar com sua amiga falecida. Mesmo sabendo que a Bíblia alertava sobre se consultar com médiuns, Jéssica se deixou levar por suas emoções.

“Parecia amor. Parecia paz. Eu estava procurando por respostas e estava em um estado de turbulência e perguntando ‘o que é a verdade?’. E então sou dominada por essa sensação de amor e paz. E eu sabia que Deus era amor e pensei, ‘bem, então tem que ser Deus’”, relatou.

Nos dez anos seguintes, Jéssica mergulhou em religiões orientais à procura da verdade e da paz que tanto ansiava. Ela se tornou uma instrutora certificada de meditação e Yoga e praticou Reiki e comunicação com espíritos.

“Fui buscar a verdade espiritual e escalar o caminho espiritual. Eu via todas as religiões e todos os modos de espiritualidade como caminhos para o topo da montanha. E chegar ao topo daquela montanha era absolutamente minha maior prioridade na vida”, disse Jéssica.

Entretanto, quanto mais ela se aproximava de alcançar o nirvana, mais sua vida pessoal e seu relacionamento com o namorado desabava. “Não achei que o tumulto de nosso relacionamento fosse espiritual. Eu só precisava ver um conselheiro de verdade e chegar à raiz do problema, que eu achava que era a minha infância”, explicou.

Lembrando do Jesus de sua infância

Como Jéssica queria ajuda profissional, ela concordou em se encontrar com conselheiros cristãos, com a condição que eles não insistissem em pregar sobre Jesus. Mas, durante o aconselhamento, a jovem decidiu dar prioridade a Cristo, já que Ele esteve com ela durante sua infância, lhe ajudando.

“Todos esses outros espíritos eram realmente espíritos conhecidos, em comparação com aquele relacionamento fundamental e profundo que tive com Jesus quando criança. E eu pensei, ‘por que não estou trabalhando com Jesus?’”, contou.

Com uma visão espírita ainda, Jéssica orou pedindo licença para os espíritos porque ela iria trabalhar apenas com Jesus a partir de agora. “Eu não tinha ideia de quão profundo era ou o que eu estava colocando em movimento com minha oração”, disse.

“Eu já tinha feito isso antes, quando trabalhei com um certo espírito ou energia por um tempo. Nunca tive problemas quando fiz a transição do trabalho com um para o outro, então pensei, é claro que não haveria problemas. Afinal, todos são seres de luz. Eles só querem o que é melhor para mim”, revelou ela.

Liberta para viver a verdade

O namorado de Jéssica aceitou Jesus e eles começaram a ler o livro de Lucas em voz alta todos os dias. Certo dia, a jovem experimentou a libertação sobrenatural que Deus estava fazendo em sua vida.

“Eu estava sentada na mesa da cozinha e de repente do nada, eu senti um terror opressor, ódio e maldade, que me oprimiu. Eu sabia que algo muito real estava acontecendo espiritualmente. Naquele momento eu me rendi completamente e soube que a única maneira de ser salva era por meio de Jesus”, declarou.

Então, Jéssica pediu que se namorado orasse por ela em nome de Jesus. “E o Senhor me trouxe à mente versículos que eu não pensava há muito tempo. O próprio Satanás se disfarça de anjo de luz. E eu sabia disso. Eu soube em um instante que cada palavra da Bíblia era verdadeira”, contou.

Naquela noite, enquanto seu namorado orava, Jéssica foi liberta de espíritos malignos. “E em um instante eu soube o que era e começou a subir e a sair, e eu simplesmente deixei isso acontecer e um assobio profundo saiu do fundo da minha garganta. E eu senti uma energia sair”, relatou.

Jéssica voltou para a igreja e cresceu no conhecimento de Cristo. Hoje, ela alerta sobre os perigos do ocultismo por meio de seu site “Truth Behind Yoga” e através de seu livro “The Shattering”.

“Jesus nunca desistiu de mim, e então pude olhar para trás em todos os anos e todas as escolhas que fiz, e vi sua paciência e como sua mão sempre estava me protegendo. Ele sabia como me trazer de volta, e Ele trouxe”, testemunhou.

Fonte: Guia-me com informações de CBN News