Michael Jackson, 50 anos, se converteu ao islamismo em cerimônia realizada na casa de amigos em Los Angeles. Segundo testemunhas, o cantor estava sentado no chão e usava um pequeno chapéu enquanto um Imame, o pregador no culto islâmico, oficializava a conversão de Jackson.

De acordo com o tablóide The Sun, a cerimônia aconteceu enquanto o cantor, que cresceu como Testemunha de Jeová, gravava um álbum na casa de Steve Porcaro, tecladista que compôs uma música para o aclamado álbum “Thriller”.

Uma pessoa próxima a Jackson afirmou que o cantor foi aconselhado a se converter ao Islam pelo compositor David Whamsby e o produtor Phillip Bubal, que também são adeptos da religião.

“Jackson estava um pouco abatido, eles começaram a falar sobre como eles se tornaram pessoas melhores depois que se converteram. Michael logo começou a gostar da idéia”, declarou a testemunha.

Fonte: Terra