Pai de santo Uzêda benzendo Michel Temer em dezembro de 2017
Pai de santo Uzêda benzendo Michel Temer em dezembro de 2017

Morreu, na tarde deste domingo (09/05), aos 55 anos, Roberval Batista de Uzeda, conhecido como Pai Uzêda, ele era assessor parlamentar do deputado Noel de Carvalho (PSDB). O religioso havia sido levado à UPA da Taquara, Zona Oeste do Rio, após se sentir mal. O motivo ainda não foi confirmado, mas tudo indica que ele teria sofrido um infarto.

O deputado Noel Carvalho se manifestou por meio de nota lamentando a morte de Uzêda:

“Como assessor, Uzêda era incansável e estava sempre trabalhando para que o mandato pudesse atender cada vez mais os cidadãos do estado do Rio. Meus sentimentos aos amigos e a toda família de Uzeda, principalmente a sua mãe que perdeu o filho nesta data tão especial em que se comemora o Dia das Mães! Nosso domingo ficou mais triste“, declarou.

Famoso por promover descarregos em políticos, como o realizado no ex-presidente Michel Temer (MDB), Pai Uzeda chegou a declarar, em 2018, ter se convertido ao cristianismo evangélico quando foi assessor da coordenadoria de Diversidade Religiosa, da Secretaria municipal de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos, da prefeitura de Marcelo Crivella.

Na ocasião, o ex-pai de santo afirmou que havia substituído as guias do candomblé pela Bíblia. Em menos de 24h, o pai de santo desmentiu que se tornaria pastor e que havia se convertido.

Em julho do ano passado, Uzêda também havia sido nomeado como assistente da Coordenadoria de Ações de Cidadania da Subsecretaria de Ações Institucionais da Casa Civil. O babalorixá também havia cravado, em janeiro, que o time do Botafogo não cairia por conta de um milagre que aconteceria.

Fonte: Diário do Rio