Uma mulher de 25 anos morreu em decorrência de um choque elétrico na noite desta segunda-feira, 04 de março. A vítima cantava em uma igreja evangélica quando aconteceu o acidente.

Jornais locais divulgaram que a mesma estaria ensaiando músicas para uma apresentação. A igreja está localizada em Puxinanã, na região Agreste, de Paraíba. Nas regiões Norte e Nordeste do Brasil, casos semelhantes são comuns e registrados com frequência em notícias.

Ela foi socorrida e levada para o Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande. Segundo o G1, a vítima não resistiu à gravidade da descarga elétrica e morreu quando a equipe médica fazia os primeiros atendimentos. Na manhã desta terça-feira, até às 7h50, o corpo permanecia no hospital e seria encaminhado para o Núcleo de Medicina e Odontologia Legal (Numol) de Campina Grande.

Recentemente, no Natal de 2012 uma criança também sofreu o mesmo tipo de incidente quando cantava no culto da Assembleia de Deus em Tarrafas, no Ceará. A criança de 12 anos sofreu uma descarga elétrica. Ela chegou a ser socorrida, mas não resistiu às queimaduras.

Ainda no fim de dezembro do ano passado, um jovem de 25 anos, Alberto Romero Frías, liderava o louvor em um encontro de evangélicos quando levou um choque. O caso aconteceu em Mission La Paz, na Argentina. A causa da morte foi parada cardíaca ocasionada pelo choque elétrico.

Em junho do ano passado, um acidente com as mesmas características foi registrada em Parelhas, no Rio Grande do Norte. Uma mulher de 42 anos foi vítima de descarga elétrica quando segurava um microfone em um culto evangélico.

Em fevereiro de 2009, uma criança faleceu em um ensaio da igreja Assembleia de Deus de Camaragibe, região metropolitana de Recife, no Pernambuco. A menina de 10 anos participava do ensaio do grupo de jovens, quando sofreu um choque no microfone.

[b]Fonte: The Christian Post[/b]