Um Conto Sombrio dos Grim é uma série infantil da Netflix com decapitação, canibalismo, abandono de crianças e ida ao inferno.
Um Conto Sombrio dos Grim é uma série infantil da Netflix com decapitação, canibalismo, abandono de crianças e ida ao inferno.

Estreou na Netflix, no último dia 8 de outubro, a série Um Conto Sombrio dos Grimm, “A Tale Dark & Grimm”, que conta a história de João e Maria de uma forma bem diferente. E em cada um dos dez episódios são incorporados novos personagens de outras aventuras escritas pelos Irmãos Grimm.

Com classificação indicativa de 10 anos, a série trata de assuntos muito sensíveis e expõe um enredo que envolve decapitação de crianças, canibalismo – com mãe comendo o filho -, ida ao inferno, feitiçaria e violência.

Em Um Conto Sombrio dos Grimm (trailer abaixo), João e Maria não são órfãos, mas filhos do rei e da rainha. Devido a uma situação em que se envolvem, os monarcas decidem cortar as cabeças dos filhos e depois usam um cordão de ouro produzido pelo diabo para costurar o pescoço deles novamente, ou seja, trazê-los de volta à vida.

Depois de ressuscitarem, João e Maria decidem fugir de casa e seguem pela floresta em busca de aventura. Mais tarde, o menino se transforma em uma espécie de lobisomem e passa a comer os animais da floresta, enquanto a menina sonha com a família perfeita, morando em um castelo de madeira que os irmãos constroem.

Todo o enredo é narrado por um corvo que é acompanhado por outros dois corvos. Um deles se esforça para evitar que cenas com muita violência sejam exibidas, por vezes se posicionando na frente da tela, para que uma cena com sangue, por exemplo, não apareça, enquanto o terceiro corvo fica torcendo para que tenha mais violência e carnificina.

A produção executiva é de Simon Otto (Caçadores de Trolls) e é baseada na série de livros de Adam Gidwitz, que escreveu muitas histórias inspiradas nos contos dos Irmãos Grimm.

Reação dos pais

A reação das redes sociais à série infantil da Netflix, não tem sido nada positiva, sobretudo após a repercussão de que o conteúdo, que tem censura etária de 10 anos, mostra cenas de atos como canibalismo, decapitação e abandono de crianças.

No Instagram, por exemplo, muitos pais começaram a divulgar imagens da série e mensagens criticando o fato de o conteúdo ser liberado para um público tão jovem.

Alguns usuários até chegaram a compartilhar imagens que mostram que o conteúdo está disponível na área Kids, que é voltada justamente à parcela infantil dos telespectadores.

Juntamente com as diversas publicações nas redes, alguns pais famosos também decidiram engajar-se na campanha para alertar sobre o que é mostrado em Um conto sombrio dos Grimm.

A apresentadora Renata Alves, do programa Hoje em Dia, da Record TV, que tem um filho de 10 anos, chamou a temática da série de “assustadora” e recomendou aos pais que fiquem atentos.

– Fiquem de olho nos seus filhos. Protejam os seus filhos. Vejam o que eles assistem. Isso [a série] passa na minha casa. Isso passa na sua casa também. Então, todo cuidado é pouco. Vamos protegê-los – completou.

Veja o trailer:

Fonte: BR104 e Pleno News