O papa Francisco manterá um encontro com as famílias de 700 vítimas da máfia e irá orar com elas em uma vigília na igreja Gregório VII, em Roma.

A reunião será realizada em 21 de março, dia em que a Itália entra na primavera, e que é dedicado às vítimas inocentes do crime organizado italiano.

Luigi Ciotti, presidente da Fundação Libera, associação católica contra a máfia, disse que a disponibilidade do Papa para acompanhar os familiares nesse momento dolorosos, mas também de esperança, mostra sua atenção e sensibilidade.”Uma atenção para toda a humanidade, frágil, ferida”, apontou.

Ciotti ainda acrescentou que o Papa “também presta atenção no específico tema das máfias, da corrupção, das muitas formas de injustiça que negam a dignidade humana”.

[b]Fonte: Ansa[/b]