Radicais hindus na Índia. (Foto: Reprodução/India Times)

Na quinta-feira, 28 de maio, o pastor Dinesh Kumar foi brutalmente espancado por nacionalistas hindus radicais no distrito de Mau, em Uttar Pradesh, na Índia

O pastor Kumar estava voltando de uma reunião de oração quando foi atacado e permanece inconsciente no hospital. A polícia está esperando o pastor Kumar recuperar a consciência de tomar sua declaração antes de iniciar a investigação.

Segundo fontes locais, vários indivíduos não identificados seguiram o pastor Kumar de moto quando ele voltava para casa da reunião de oração. Eles o atacaram brutalmente com varas e o atingiram na cabeça. Esses golpes deixaram o pastor Kumar inconsciente.

A multidão continuou atacando até que uma pessoa local notou a situação. A multidão fugiu e esta pessoa ajudou o pastor Kumar até a sua casa.

“Eu estava gritando alto quando vi meu marido” , disse Mamta, esposa do pastor Kumar, à International Christian Concern (ICC). “ Minha mente ficou em branco e eu não tinha palavras. Eu pensei que algo fatal ocorreu olhando para ele sem nenhum movimento. “

“Lembrei que ele costumava me dizer: ‘Estou no ministério e estou comprometido em levar o Evangelho às pessoas. Conheço o custo e, em algum momento, pode ser a minha vida’ ” , explicou Mamta.

O pastor Kumar foi levado ao hospital, onde recebeu 16 pontos e permanece inconsciente. 

O pastor Kumar e sua família servem como plantadores de igrejas no distrito de Mau, em Uttar Pradesh. Desde o início da pandemia e do bloqueio do COVID-19, vários incidentes de perseguição foram relatados nesta área.

A polícia está esperando o pastor Kumar recuperar a consciência para colher sua declaração e iniciar a investigação do ataque. No entanto, os agressores fugiram do local antes que pudessem ser identificados.

Folha Gospel com informações de ICC